Poucos políticos têm uma ação tão destacada na luta pela terra, pela reforma agrária, por alimentos livres de agrotóxicos, em favor da agricultura familiar e da agroecologia na Bahia como Marcelino Galo. Agrônomo por formação, Marcelino Galo começou sua atuação política no campus da UFBA, em Cruz das Almas, quando participou da Reconstrução da UNE em 1979. Filiado ao Partido dos Trabalhadores desde sua fundação, trabalhou na criação de diversos assentamentos por todo o Estado, adquirindo conhecimento e capacidade de dialogar com acampados e assentados.

Plenária em defesa da reforma agrária e de reúdio a violência no campo.
Plenária em defesa da reforma agrária e de reúdio a violência no campo.

Por toda a sua caminhada na luta pela terra, Marcelino Galo foi convidado pelo presidente Lula, no início do seu governo, para assumir a superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), sendo responsável pelo maior número de desapropriações de terra no país, naquele período. Em 2005, por sua firmeza ideológica e capacidade de atuação, Marcelino Galo foi eleito presidente estadual do PT, abraçando importantes bandeiras da militância como a luta das mulheres, da juventude e do movimento LGBT e sendo decisivo na articulação que conduziu à vitória da esquerda e do governador Jaques Wagner nas eleições de 2006.

Galo mediou a realização do 1º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia, no CAB, em Salvador.
Galo mediou a realização do 1º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia, no CAB, em Salvador.

Em 2008, Marcelino Galo assumiu a direção da Superintendência da Pesca e Aquicultura na Bahia (Seap/BA), onde desenvolveu um forte trabalho na promoção da participação e organização dos pescadores e marisqueiras. Ao longo da sua história, Galo tem atuação comprometida também com a luta pela Democracia, pelos Direitos Humanos, pela Cultura, por uma Educação pública de excelência, pelo fortalecimento das Universidades Públicas, por uma Segurança Pública cidadã, pelos direitos das Comunidades Tradicionais, dos Catadores de Materiais Recicláveis, dos Movimentos Sociais, em defesa do Meio Ambiente e contra o uso indiscriminado de agrotóxicos na produção de alimentos.

Deputado Marcelino Galo em reunião com acampados.
Deputado Marcelino Galo em reunião com acampados.

Eleito deputado estadual em 2011 e reeleito em 2015 pelo Partido dos Trabalhadores, Marcelino Galo continua os trabalhos e a luta no parlamento em defesa de uma sociedade mais justa e fraterna. Contra o golpe parlamentar aplicado no Brasil em 2016 e o desmonte de políticas públicas estruturantes, que a direita impõe ao país desde que tomou o poder de assalto.

O carinho de Santa Barbára.
O carinho de Santa Barbára.

Na Assembleia Legislativa, Galo presidiu a Comissão Especial da Verdade, responsável, em 2014, pela devolução simbólica de mandatos de 13 deputados cassados durante a ditadura militar. E também participou de diversas Comissões Témáticas, como da Agricultura e Política Rural, Saúde e Saneamento, Defesa do Consumidor e Relações do Trabalho, Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público, Constituição e Justiça. Atualmente, é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos e coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia.

Mãe Stella, homenageada pelo deputado Marcelino Galo com a Comenda 2 de Julho.
Mãe Stella, homenageada pelo deputado Marcelino Galo com a Comenda 2 de Julho.

Seu trabalho atuante no parlamento e nas comissões temáticas, nas dezenas de audiências públicas, sessões especiais e ordinárias, resultou em diversos Ofícios, Projetos de Lei, de Resolução, em Indicações, Moções, etc, que refletem o compromisso do mandato parlamentar com o desenvolvimento inclusivo e sustentável na Bahia. Marcelino Galo também é autor de emendas que beneficiou diversas cidades do nosso estado com ambulâncias, tratores com implementos agrícolas, perfuração de poços artesiano e ampliação de sistema de abastecimento de água, barracas e equipamentos que também melhoraram o trabalho de dezenas de feirantes na Bahia. O deputado estadual Marcelino Galo coordena e lidera o Mandato que tem Coragem para enfrentar as lutas justas e necessárias, benéficas para a Bahia, essenciais para nós, baianas e baianos. Afinal, ideias sozinhas não mudam o mundo. É preciso coragem para defendê-las!!

Defendendo os movimentos sociais, pequenos agricultores e assentados da reforma agrária na entrada da Assembleia Legislativa.
Defendendo os movimentos sociais, pequenos agricultores e assentados da reforma agrária na entrada da Assembleia Legislativa.
Deputado Marcelino Galo em audiência com os agentes comunitários de saúde e combate a endemias na Assembleia Legislativa.
Deputado Marcelino Galo em audiência com os agentes comunitários de saúde e combate a endemias na Assembleia Legislativa.